Caprica 1.5: a caminho do fim da humanidade

Battlestar Galactica (a nova BSG) foi uma série surpreendente. Começou muito bem como uma mini-série, e se expandiu numa fantástica série e num pujante universo.  A série teve seus altos e baixos mas no geral é realmente um grande marco no universo SCI-FI. Grande mérito dos produtores e roteiristas. Eu em especial sou fã há tempos do Ronald D. Moore, que já havia deixado sua marca em vários episódios de Star Trek: The Next Generation, e foi uma força pivotal no desenvolvimento de Star Trek: Deep Space Nine.

Quando se falou de um spin-off houve muito entusiasmo. Uma prequel mostrando a criação dos Cylons e o caminho da humanidade rumo a sua própria destruição. Quando vi o piloto, confesso que fiquei decepcionado. Temos aquele dificuldade de aceitar outro rumo, que a nova série não é a Galactica, mas uma irmã, com traços comuns e outros totalmente diversos. Resolvi insistir e a primeira meia temporada de Galactica foi crescendo a cada episódio, um drama familiar forte, com ótimos atores. O cliffhanger é realmente emocionante, e nos importamos fortemente com os destinos das familias Adama e Graystone.

A série no geral é mais lenta e de alguns modos consegue ser ainda mais sombria do que a BSG. Fica aqui a recomendação para curtirem Caprica. Vejam o fantástico teaser da nova meia temporada:

Anúncios

4 respostas para “Caprica 1.5: a caminho do fim da humanidade”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.